Cancelar Botão para fechar janela modal

Compensação em caso de greve da companhia aérea

Sabia que pode obter uma compensação em caso de greve da companhia aérea? Quando o pessoal ou a tripulação de uma operadora aérea, tal causa grandes transtornos aos passageiros. Uma greve pode levar aos atrasos voos e até mesmo a voos cancelados, em casos mais extremos. Contudo, isso não significa que os direitos dos passageiros não mereçam ser respeitados – ou compensados. No âmbito do regulamento CE 261 2004, a AirHelp ajuda-lhe a perceber se tem direito a uma compensação por greve da companhia aérea.

Ver compensação
Voos atrasado ou cancelado por causa de uma greve? Consiga até 600 euros de compensação Calcular compensação

"Tenho direito a receber uma compensação por causa da greve da companhia aérea?"

  • O voo sofreu perturbações devido à greve dos funcionários da companhia aérea
  • O voo sofreu um atraso igual ou superior a 3 horas
  • O voo foi cancelado com menos de 14 dias antes da data de partida
  • O voo partia dentro da UE (União Europeia) e o destino era um país da UE
  • O voo era operado por uma companhia aérea da UE
  • A reserva de voo foi confirmada
  • O incidente ocorreu nos últimos 3 anos
  • Aceitou viajar num voo alternativo cuja nova hora de chegada era significativamente diferente da do voo original
Se respondeu que sim, então o seu voo é elegível para compensação. Use o simular da AirHelp para confirmar, assim como valor a receber. É GRÁTIS! Verificar compensação de voo

Legislação CE 261/2004

As greves do pessoal das operadoras são greves que envolvem os funcionários de uma companhia aérea, incluindo pilotos, tripulação, engenheiros e outros funcionários que trabalham diretamente com a companhia aérea.

Se reservar um voo que acabe por sofrer perturbações devido a uma greve da companhia aérea, poderá ter direito a receber uma compensação até 600 euros, por parte da companhia pelo inconveniente causado. Tal deve-se a uma secção da legislação da UE conhecida como regulamento CE 261, segundo o qual as companhias aéreas são obrigadas as compensar os passageiros cujos voos sejam afetados problemas pelos quais são responsáveis. Isto inclui também perturbações dos voos provocados pelas greves do pessoal das companhias aéreas. Por isso, se o seu voo foi cancelado devido a uma greve, poderá ter direito a compensação ao abrigo do CE 261.

 

Atualização do CE 261 em 2018

Recentemente, a legislação a respeito desta situação específica foi clarificada, em 2018, pelo Tribunal de Justiça Europeu no Luxemburgo. A nova atualização decreta que as perturbações provocadas por greves do pessoal das companhias aéreas estão elegíveis para compensação, visto que as operadoras são consideradas responsáveis pelo comportamento dos seus funcionários.

Esta decisão sustenta um argumento que a AirHelp defende há vários anos. Acreditamos que os direitos dos passageiros aéreos estão em primeiro lugar. Se a greve de uma companhia aérea resultar num voo atrasado, num voo cancelado ou até mesmo numa situação de overbooking, o viajante deverá ser recompensado pelo transtorno sofrido.

 

"Em que situações não tenho direito a receber uma compensação por causa da greve?"

Embora possamos considerar que as greves das companhias estão dentro do controlo da empresa, nem todas as greves podem ser consideradas “circunstâncias extraordinárias”.

Por “circunstâncias extraordinárias” entende-se quaisquer eventos ou situações que estejam completamente fora do controlo da operadora aérea, não podendo ser evitadas – mesmo que tenham sido tomadas medidas razoáveis para as evitar. Nesses casos, a companhia aérea não pode ser responsabilizada. Aqui ficam alguns exemplos:

  • Instabilidade política
  • Razões de segurança
  • Clima
  • Etc..
Ainda dentro do campo das greves, confira outros tipos de greve que podem afectar o seu voo e pelas quais a companhia não tem como se responsabilizar, nem o fará:
  • Greves do pessoal de segurança do aeroporto
  • Greves do pessoal de assistência às bagagens
  • Greves do pessoal de gestão do tráfego aéreo
  • Greves provocadas por instabilidade política

Verifique se o seu voo está elegível para uma compensação por greve da companhia aérea com a AirHelp!

Se não tem a certeza se o seu voo está elegível para compensação por greve, nem sabe o que motivou a greve que deu origem aos atrasos voos ou cancelamentos do mesmo, use o simulador da AirHelp – é grátis e fácil de usar.

Para obter uma resposta simples e rápida, basta preencher a nossa ferramenta de elegibilidade com os seus dados. Na hora, dir-lhe-emos se o seu voo se qualifica e a quanto é que tem direito. E se preferir, também podemos tratar do processo de reclamação por si.

Como reclamar atraso de voo com a AirHelp! Veja se o seu voo é elegível Usar simulador da AirHelp

Quanto será o valor da minha indemnização?

Relativamente ao montante de compensação a que tem direito, este depende das circunstâncias. Caso o seu voo se qualifique para compensação, poderá ter direito a receber até 600 euros. Tudo depende da situação. Nesse sentido, existem três cenários possíveis:

Voo cancelado: O que fazer?

Por vezes, as greves do pessoal resultam no cancelamento do voo. Se sofreu um cancelamento devido a uma greve, poderá ter direito a compensação, mesmo que as circunstâncias sejam diferentes de reclamar atraso voo. Para conseguir uma indenização por cancelamento de voo, a companhia aérea:

  1. Não comunicou que haveriam voos cancelados com menos de 14 dias de antecedência (face à data de partida)
  2. Não ofereceu um voo alternativo, com uma hora de chegada semelhante à do voo original
Compensação com base na duração do atraso (voo alternativo vs voo original)
Menos de 2 horas 2-3 horas 3-4 horas Mais de 4 horas Não chegou Distância
125€ 250€ 250€ 250€ 250€ Voos iguais ou inferiores a 1500 km
200€ 200€ 400€ 400€ 400€ Voos dentro da UE, superiores a 1500 km
200€ 200€ 400€ 400€ 400€ Voos fora da UE, entre 1500 km e 3500 km
300€ 300€ 300€ 600€ 600€ Voos fora da UE, superiores a 3500 km

Compensação por voo sobrelotado

Quando uma companhia aérea faz greve, pode acontecer ser-lhe recusado o embarque devido a sobrelotação do avião – o famoso overbooking. Nestes casos, poderá ter direito a compensação.

Note que este direito encontra-se protegido pelo regulamento CE 261 2004 da União Europeia (UE), uma completa legislação que apoia e protege os Direitos dos Passageiros. É com base nela e nos direitos dos viajantes, que a AirHelp trabalha.

Compensação por greve da companhia aérea: Conheça os seus direitos

A que tenho direito?

Direito a assistência

Quando o seu voo sofre perturbações devido a uma greve da companhia aérea, tem “direito a assistência”. Consoante a duração do atraso, a operadora responsável pelo voo tem de lhe prestar uma série de serviços básicos, incluindo:

  • Refeições
  • Bebidas
  • Acesso a comunicações, incluindo duas chamadas telefónicas, mensagens por fax e e-mails.
  • Alojamento para passar a noite, incluindo transporte entre o aeroporto e o hotel e vice versa, se necessário.

Posso remarcar o meu voo?

Se o seu voo atrasado superar as cinco horas de espera, tem o direito a cancelar o voos, assim como a receber um reembolso completo do voo. Também tem a opção de aceitar um voo alternativo para chegar ao destino, proposto pela companhia.

O que acontece com as greves passadas?

De acordo com o Tribunal de Justiça Europeu, a decisão de que as greves das companhias aéreas não são circunstâncias extraordinárias é retroativa. Isto significa que os voos afetados por greves passadas, mais concretamente de há até três anos, estão agora elegíveis para compensação de acordo com o CE 261.

Use o nosso simulador mais abaixo, para ver se tem direito á compensação, ficando a saber também quanto pode ganhar.

Por exemplo, se foi um dos afetados pela greve da Ryanair de 2018, saiba que pode agora pedir a sua para compensação.

No passado, por causa da greve teve problemas de atrasos voos? Ou voos cancelados? Confira se tem direito à indemnização Submeter reclamação de voo

Porquê a AirHelp?

  • É a melhor empresa mundial dedicada à obtenção de compensações em nome dos passageiros de voos com perturbações
  • Tem advogados em mais de 30 países
  • Utiliza tecnologia de ponta para gerir cada reclamação
  • Simplifica o processo de reclamação
  • Trabalha numa base de “se não ganhar, não paga”
  • Luta pelos direitos dos passageiros aéreos
Se nos últimos 3 anos esteve num voo atrasado, cancelado ou sobrelotado, pode ter direito a uma compensação de até 600€. Submeter compensação