Cancelar Botão para fechar janela modal

Voos cancelados: Conheça os seus direitos e consiga a sua indemnização

Sabia que graças ao regulamento CE 261 2004, pode obter até 600 euros por um voo cancelado? A indemnização pelos voos cancelados é um direito seu – veja como a AirHelp o pode ajudar a obter a sua compensação.

Ver compensação
Se passou por uma situação de voo cancelado, use a nossa calculadora para saber a quanto tem direito Calcular indemnização dos voos cancelados

Voos cancelados: O que fazer?

Se o seu voo partir e chegar a um aeroporto da União Europeia (UE), eis o que fazer se este for inesperadamente cancelado:

1) Guarde o seu cartão de embarque, assim como outros documentos de viagem

Se não tiver o cartão de embarque, aconselhamos-lhe a guardar toda a informação possível, assim como documentos com o número de referência da reserva.  Trata-se de um código de seis dígitos, que pode incluir letras e números e é atribuído à reserva do voo pela companhia aérea.

2) Averigue  por que razão o voo foi cancelado

Quanto mais específica a razão, melhor. Se lhe disserem que é o cancelamento se deve a “circunstâncias operacionais” ou “falhas de segurança de voo,” insista e peça mais detalhes. Esta informação é importante, se quiser posteriormente apresentar uma reclamação voo cancelado e, assim, conseguir a compensação voo cancelado.

3) Solicite um voo alternativo para o destino

Ou, se preferir, pode solicitar um reembolso do bilhete E um voo de regresso ao ponto de partida original, se necessário.

4) Tome nota da hora de chegada ao seu destino final

E note bem, a hora não é quando as rodas tocam a pista, mas sim quando o avião está efetivamente estacionado e as portas abertas. Se estiver num voo com uma rota diferente, a sua compensação é baseada no atraso geral em comparação com o itinerário original.

5) Peça à companhia que lhe pague as refeições e bebidas

Se for obrigado a esperar no aeroporto mais tempo do que planeado, é esperado que a companhia aérea lhe providencie comida e bebida, para mantê-lo confortável. Em alguns casos, isto não é apenas hospitalidade, é mesmo uma exigência.

6) Não assine nada, nem aceite quaisquer ofertas 

Tal inclui coisas como vouchers de viagens e/ou outros brindes. Na hora, podem parecer aliciantes, mas ao aceitá-los pode estar a renunciar ao seu direito de obter uma compensação suplementar, inclusive pode estar a abrir mão da sua indenização por cancelamento de voo

7) Pedir um quarto de hotel

Se ficar em terra durante a noite enquanto espera pelo voo alternativo, a companhia aérea deverá cobrir quaisquer custos razoáveis de alojamento. Além do alojamento, também deverá responsabilizar-se e arranjar-lhe transporte de e para o aeroporto, se necessário.

8) Guarde os recibos se tiver de gastos extras

Para voos internacionais, mesmo dentro da UE, é possível que consiga de receber um reembolso das despesas adicionais resultantes do cancelamento. Por isso, guarde sempre consigo as facturas/recibos, de modo a posteriormente obter o reembolso.

9) Verifique se o voo cancelado é elegível para a compensação

Consulte a legislação de  voos cancelados e indemnização da UE e confirme se tem ou não direito a receber algo pelo  cancelamento da sua viagem de avião.

10)  O processo é diferente para voos atrasados?

Na Europa, os voos atrasados e cancelados regem-se pela mesma  legislação, o regulamento CE 261/2004. A AirHelp pode-lhe ajudar em ambos os caos a conseguir a sua compensação. Saiba como proceder reclamar atraso de voo com a AirHelp.

Use a AirHelp para ver se o seu voo cancelado é elegível para compensação Calcular agora a sua indemenização

Voos cancelados nos EUA

Embora, os viajantes de voos domésticos nos Estados Unidos não tenham os seus direitos tão protegidos como na UE, para casos de atrasos nos voos e outros problemas, aqui ficam algumas dicas a seguir:

1) Guarde o cartão de embarque e outros documentos de viagem

Se não tiver o seu cartão de embarque, pode usar outro documento onde conste o número de referência da reserva. Atribuído pela companhia área, este código de seis dígitos é composto por letras e números.

2) Solicite um voo alternativo para o seu destino

3) Negocie com a companhia aérea para obter uma compensação pelo transtorno causado

Mesmo que não sejam obrigados a dar-lhe nada, não custa nada perguntar, certo? Se estiver disposto a regatear um pouco, pode ser que consiga alguma coisa, especialmente se for um passageiro frequente ou um cliente preferencial.

No caso dos voos internacionais e nas viagens que incluam escala na UE, estas têm direitos adicionais. Conheça os direitos dos passageiros neste contexto mais abaixo.

Voos internacionais cancelados

Neste caso, os passageiros de voos internacionais podem solicitar um reembolso de despesas, caso o voo seja interrompido. Ora veja o que fazer

1) Guarde o cartão de embarque e outros documentos

Se não tiver o cartão de embarque, pode usar outro documento onde seja visível o número da reserva. Falamos de um código de seis dígitos, que pode incluir letras e números e que é atribuído pela própria operadora.

2) Pergunte por que razão o voo foi cancelado

E peça que sejam especificas. Se lhe responderem com “circunstâncias operacionais” ou “falhas de segurança de voo,” peça mais detalhes. Verá como este tipo de informação é muito importante, na hora de apresentar queixa.

3) Peça um voo alternativo para o seu destino

4) Guarde os recibos de todos os gastos

Para ser reembolsado, assegure-se que guarda consigo todos os recibos e facturas das despesas que resultarem da interrupção do voo. Toda essa papelada ajudá-lo-á, no futuro, a obter uma compensação.

Voo cancelado - Direitos dos Passageiros Verificar compensação

Use a AirHelp para ver se o seu voo tem direito a compensação

Teve problemas com um voo atrasado ou com um voo cancelado nos últimos três anos? Então, basta que nos forneça os detalhes da viagem. Em poucos cliques, diremos se pode ser compensado ou não.