ITA Linhas Aéreas: indenização e reembolso por atraso ou cancelamento de voo

    ITA Linhas Aéreas: indenização e reembolso por atraso ou cancelamento de voo

    Passar por situações de atraso ou cancelamento de voo é bastante comum durante viagens de avião. Mesmo os voos da ITA Transportes Aéreos, nova companhia aérea brasileira, não estão a salvo desse tipo de transtorno. De acordo com a Resolução nº 400 da ANAC e ao Código de Defesa do Consumidor você pode ter direito ao reembolso ou à indenização. Para isso, é importante se informar sobre seus direitos como passageiro aéreo.

    Você pode conseguir até R$ 5.000 por causa de transtornos em seu voo com a nova companhia aérea Itapemirim. A AirHelp pode confirmar rapidamente se o passageiro é elegível e ajudá-lo a reivindicar indenização com a ITA de um jeito simples, sem burocracia.

    Verificar indenização

    Cancelamento de voo da ITA Linhas Aéreas

    Pode não parecer de imediato, mas a ITA têm direito de cancelar um voo mesmo quando as passagens já tiverem sido emitidas. No Brasil, a legislação da ANAC garante isso. No entanto, garante também direitos aos passageiros aéreos. Portanto, as companhias precisam cumprir certas obrigações.

    Voo cancelado pela ITA

    Inúmeras razões obrigam as companhias aéreas a cancelar um voo – das condições climáticas aos problemas de embarque da tripulação. Independente do motivo, é dever da ITA informar aos passageiros, com no mínimo 24h de antecedência, toda e qualquer alteração programada, especialmente em relação ao horário e itinerário do voo.Se a ITA falhar em repassar essa informação dentro do prazo, você pode escolher entre:

    ✔️ Receber reembolso integral da passagem, incluindo a taxa de embarque OU

    ✔️ Ser reacomodado em outro voo disponível da ITA OU

    ✔️ Ser reacomodado em um voo de outras companhias, caso não haja disponibilidade da própria ITA OU

    ✔️Remarcar o voo para uma nova data e horário, sem custo

    Mesmo que a ITA comunique a alteração do voo de acordo com as normas de prazo, existem outras situações em que o passageiro também poderá ter direito a escolher entre reembolso integral ou reacomodação.

    O passageiro não tem obrigação de aceitar um voo alternativo que não corresponda às suas necessidades. Se escolhemos viajar em determinado dia e horário é porque aquele voo atendia nossas expectativas, certo? Em voos domésticos, é possível solicitar reembolso ou remarcação quando a alteração for superior a 30 minutos em relação ao horário de partida ou de chegada.

    Se você não estiver satisfeito com a solução proposta pela ITA ou se a empresa falhou em seguir o protocolo definido pelo regulamento da ANAC, você pode ter direito à indenização.

    Alteração ou cancelamento de voo pelo passageiro

    Se for você o interessado em realizar cancelamento de voo da ITA, saiba que também poderá ter direito ao reembolso. No entanto, algumas circunstâncias, como tempo de antecedência da compra e o tipo de tarifa, interferem no valor a ser devolvido.

    Em primeiro lugar, a legislação brasileira prevê o Direito de Arrependimento: é permitido desistir do bilhete adquirido, sem nenhum tipo de ônus, no prazo de até 24 horas após a emissão do bilhete pela companhia aérea. No entanto, para receber o reembolso integral, o cancelamento do voo deve ser realizado com uma antecedência de, no mínimo, 7 dias em relação à data de embarque do voo de ida.

    Para cancelamentos de voo ITA fora desse período, as taxas de alteração, no-show e reembolso são cobradas de acordo com as regras de tarifa da passagem adquirida. Abaixo você confere os valores de reembolso em função do tipo de tarifa:

    Com tarifa ITA: tem direito a 95% do valor pago na tarifa;

    Com tarifa PLUS: tem direito a 50% do valor pago na tarifa;

    Com tarifa LIGHT: não tem direito ao reembolso;

    Com tarifa PROMO: não tem direito ao reembolso;

    Para mais informações, recomendamos verificar as regras tarifárias da ITA.

    Voo da ITA atrasado ou cancelado? Descubra se você tem direito a uma Indenização de até R$ 5.000

    Todas as companhias aéreas

    Todos os países

    Se não ganhar, não paga


    Atraso de voo da ITA Transportes Aéreos

    Congestionamento aéreo, espera por passageiros vindo de conexões, alterações não programadas. Essas são as causas mais comuns e que provocam o efeito dominó na malha aérea como um todo. Não importa a razão, é dever da ITA oferecer amparo aos clientes que foram afetados pela mudança de planos.

    Se o seu voo ITA atrasou, saiba que a empresa deve informar imediatamente a causa do atraso e atualizar as informações sobre a previsão de embarque a cada 30 minutos. Também deverá prestar assistência material de acordo com o tempo de espera no aeroporto:

    A partir de 1 hora: comunicação (internet, telefone);

    A partir de 2 horas: alimentação (voucher, refeição, lanche);

    A partir de 4 horas: hospedagem em caso de pernoite no aeroporto e transporte de ida e volta para o local. Caso você esteja na sua cidade de domicílio, a empresa pode oferecer apenas o transporte para sua residência e desta para o aeroporto;

    Vale mencionar que, para tempos de espera a partir de 4 horas, a ITA deve oferecer ao passageiro as opções de reembolso integral ou de reacomodação em outro voo, seja da própria companhia ou em outra empresa aérea.

    Além disso, se o passageiro se sentir lesado ou se o horário de chegada ao destino final for superior a quatro horas, ele poderá reivindicar indenização ITA por voo atrasado, independente de ter recebido ou não o auxílio material. Para isso, é muito importante conseguir, por escrito, junto à companhia aérea uma declaração de atraso de voo.

    ITA voos e coronavírus

    É possível cancelar uma passagem por causa do coronavírus? Essa é a pergunta que todo viajante faz antes de programar uma viagem nesse momento. A resposta é: sim. De acordo com as resoluções da ANAC nº 556 e nº 598, os passageiros podem cancelar todos os voos operados entre 19 de março de 2020 e 31 de dezembro de 2021.

    O passageiro estará também isento da multa contratual caso aceite deixar o valor pago como crédito para utilização futura, na mesma empresa aérea. Ao escolher esta opção, o passageiro poderá voar com a ITA em até 18 meses a partir da data de concessão do crédito, que deve ser de valor igual ou maior ao da passagem original.

    Reivindique indenização de até R$ 5.000 por voos atrasados, cancelados ou superlotados nos últimos 3 anos.

    Todas as companhias aéreas

    Todos os países

    Se não ganhar, não paga


    Quando eu tenho direito ao reembolso da ITA?

    Segundo as resoluções nº 400 e nº 598 da ANAC, o passageiro poderá escolher entre reembolso integral ou remarcação do voo original nos seguintes casos:

    ✔️ Quando o seu voo sofrer um atraso superior a 4h

    ✔️ Quando a ITA falhar em comunicar com 24h de antecedência alterações no seu voo

    ✔️ Quando a alternativa de voo proposta pela ITA tiver 30 minutos de diferença em relação ao horário de partida ou de chegada do voo original

    ✔️ Quando você fizer o cancelamento da passagem dentro do prazo de 24h da emissão do bilhete e pelo menos 7 dias antes da data de embarque


    Quando eu tenho direito à indenização pela ITA?

    Mesmo sendo reembolsado integralmente ou reacomodado em outro voo, o consumidor pode ter direito a receber indenização por danos morais nas seguintes condições:

    ✔️Quando você tiver o seu voo cancelado ou sofrer um atraso de voo e chegar ao destino final com 4 ou mais horas de atraso

    ✔️Quando você tiver o seu embarque negado em casos de overbooking e chegar ao destino final com 4 ou mais horas de atraso

    ✔️Quando você tiver danos ou extravio de bagagem e a mala permanecer extraviada por mais de 3 dias ou a assistência por parte da companhia aérea for insuficiente

    Como em qualquer lei, há exceções e circunstâncias especiais que podem afetar o valor da indenização em cada caso individual. A AirHelp facilita a consulta do valor da indenização com a nossa calculadora gratuita de indenização.


    Sobre a ITA Transportes Aéreos

    A Itapemirim Linhas Aéreas, chamada também de ITA, pertence à Viação Itapemirim e foi fundada em 2020, o que a torna a mais nova companhia aérea brasileira. A ITA passou a operar voos comerciais na metade de 2021 e pretende atender 35 destinos domésticos até a metade de 2022.

    Reivindique sua indenização por meio da AirHelp

    Todas as companhias aéreas

    Todos os países

    Se não ganhar, não paga


    A AirHelp foi mencionada:

    Exame logoInfomoney logoPanrotas logoFolha logo
    APRA

    A AirHelp é membro da Associação dos Defensores dos Direitos dos Passageiros (Association of Passenger Rights Advocates - APRA), cuja missão é promover e proteger os direitos dos passageiros.

    PT

    Copyright © 2021 AirHelp