Cancelar Botão para fechar janela modal

Voo atrasado ou cancelado? Obtenha uma compensação de até US$ 700!

Verificar compensação

8 Direitos que Você Precisa Saber Quando Viajar de Avião com Crianças

Por Elemar Cruz | Atualizado em

Você planeja viajar de avião com seus filhos em breve? Sabemos que simplesmente levar toda a família a bordo de um avião sem incidentes pode ser uma tarefa monumental.

Voar é estressante, e como todos os pais podem dizer, é muito mais estressante se você tiver um bebê chorando com cólica. Acrescente um voo atrasado ou cancelado e você terá um dia difícil! Navegando por uma multidão com um carrinho de bebê, sua bagagem de um lado e uma bolsa de fraldas no outro, tentando o seu melhor para confortar seu bebê enquanto espera por horas para o seu próximo vôo – é um pesadelo!

Para tornar as coisas um pouco mais fáceis para você, existem alguns direitos que você tem como família quando voa. Estamos aqui para ajudar você a entender mais sobre esses direitos, respondendo algumas das perguntas mais comuns que os pais fazem quando estão viajando de avião com crianças.

  1. Quantos anos meu bebê precisa ter para ter permissão de viajar de avião?
  2. Posso sentar com meu filho no vôo?
  3. Posso levar comida e leite para bebês?
  4. Posso levar uma cadeirinha e um carrinho de bebê?

E se o voo da sua família for interrompido?

  1. Meu bebê pode receber compensação?
  2. Quanto de indenização minha criança tem direito?
  3. Toda a minha família pode receber comida e bebida se o seu voo atrasar?
  4. A companhia aérea fornecerá acomodações para toda a minha família em caso de atrasos?

Para tornar as viagens com crianças um pouco mais fáceis, é importante saber quais são seus direitos, inclusive quando as coisas dão errado. Aqui estão algumas coisas que você deve lembrar:

Seus Direitos ao Viajar de avião com uma Criança

Você pode viajar de avião com crianças pequenas – mas a idade permitida varia entre as companhias aéreas.

Feet of newborn
Imagem de Rainer Maiores da Pixabay

Uma pergunta que os pais costumam fazer é se há alguma restrição para viajar de avião com crianças pequenas. Embora existam companhias aéreas que permitam recém-nascidos com apenas 2 dias de idade viajar, a maioria das companhias aéreas só permitirá que bebês com pelo menos 14 dias de idade voem.

A American Airlines, por exemplo, permite que crianças com dois ou mais dias viajem, mas somente se os pais fornecerem um atestado médico antes de embarcar. Companhias aéreas como a Ryanair, por outro lado, definem sua idade mínima para 7 dias, e qualquer criança mais jovem não poderá voar. Se você planeja viajar de avião com uma criança recém nascida, sempre verifique com sua companhia aérea primeiro.

Independentemente da idade do seu bebê, você ainda precisará fornecer algum tipo de identificação para eles. Algumas companhias aéreas aceitarão uma certidão de nascimento para voos domésticos – isso inclui companhias aéreas como a Alaska Air e a United Airlines.

A maioria das companhias aéreas, no entanto, exigirá que você forneça um passaporte para seu bebê, mesmo em voos domésticos. Para voos internacionais, os passaportes infantis são obrigatórios. Sempre verifique com a companhia aérea em questão antes de comprar uma passagem para seu bebê, e certifique-se de que você tenha tempo suficiente para obter uma identificação válida para seu filho.

Você tem o direito de sentar junto com seu filho durante um vôo.

Você pode pensar que é uma prática padrão que os adultos sentem juntos com seus filhos mais novos durante um vôo. Mas não existe atualmente uma lei na Europa que imponha essa prática. Embora, na maioria dos casos, os pais possam sentar com os filhos sem qualquer custo adicional.

Se você estiver viajando com uma criança e estiver em um voo sem assentos reservados, normalmente você poderá embarcar antes dos outros passageiros para que você possa escolher um assento. No entanto, algumas companhias aéreas de baixo custo têm diferentes políticas de assentos. A Ryanair, por exemplo, exige que pelo menos um adulto pague por um lugar reservado, e então alocará os assentos de seus filhos ao seu lado gratuitamente. Caso contrário, você receberá assentos aleatoriamente, e não há garantia de que eles estarão próximos um do outro.

Nos casos de crianças um pouco mais velhas, pelo menos no Reino Unido, a Autoridade de Aviação Civil (CAA) sugere que as crianças sejam separadas por não mais do que uma fileira de assentos do adulto acompanhante. Verifique primeiro com a companhia aérea sobre a política de assentos para crianças.

Os EUA, no entanto, têm leis em vigor que dão às famílias o direito de se sentarem juntas sem nenhuma taxa extra. De acordo com a Lei de Reautorização da FAA de 2016, todas as crianças com menos de 13 anos devem estar sentadas ao lado de um dos pais ou do adulto acompanhante.

Alimentos e leite para bebês estão isentos de restrições em relação a líquidos.

Milk bottles
Imagem de Laura21de da Pixabay

Embora frequentemente o embarque com líquidos esteja sujeito a restrições pelas companhias aéreas, isso não se aplica a alimentos e leite para bebês. Se você estiver viajando com uma criança menor de 2 anos, você pode trazer o máximo de comida que precisar para sua viagem. Isso inclui alimentos para bebês, leite, suco de frutas e água destilada.

Você pode trazer assentos de carro e carrinhos para o seu bebê.

Você pode trazer assentos de carro e carrinhos para o seu bebê no avião, sem ter que pagar nada extra. O  carrinho de bebê pode ser levado até o portão, onde a tripulação de vôo irá guardá-lo antes de você sentar. Eles retornarão o carrinho depois que você sair do avião.

Assentos de carro, por outro lado, podem ser trazidos para dentro da cabine. Eles são simplesmente mais seguros e mais confortáveis para seu bebê do que apenas sentado em seu colo durante todo o vôo. No entanto, se você trouxer um assento de carro, precisará comprar um assento no avião para seu bebê. Isso geralmente significa que você tem que pagar a tarifa completa em vez da taxa do bebê, pois seu filho estará ocupando um assento inteiro. Certifique-se de informar sua companhia aérea antecipadamente de que você está trazendo um assento de carro com você para evitar qualquer confusão.

Seus direitos quando as coisas dão errado

Se você se encontrar preso em um aeroporto com uma criança infeliz, lembre-se de que existem leis em vigor para proteger você e os direitos de seus filhos durante viagens aéreas.

Veja exatamente o que você precisa saber sobre os direitos dos passageiros de sua família quando as coisas dão errado:

Ao viajar de avião com crianças, elas também têm direito a compensação por vôo.

Coins
Imagem de Ibrahim Rifath da Unsplash

Uma das coisas mais importantes a lembrar quando você está viajando de avião com uma criança pequena é que seu filho tem direito a compensação em caso de interrupção do voo.

O caso é bastante simples para crianças de 2 anos ou mais. Você tem que pagar por seu lugar, então eles são igualmente merecedores de compensação quando as coisas dão errado.

Mas e quanto a voar com uma criança de colo? Os bebês costumam viajar no colo dos pais com uma taxa reduzida para o bebê – eles também recebem uma compensação? Ao voar com uma criança de 2 anos ou menos, a maioria das companhias aéreas cobra uma taxa entre 10% a 15% da tarifa de adulto, mais impostos e uma taxa extra para um cinto de segurança infantil.

Durante anos, as companhias aéreas se recusaram a compensar as crianças, argumentando que, por não ocuparem um assento, não existe compensação a pagar.

Isso mudou em 2017, no entanto, quando a AirHelp ganhou um processo contra a Thomas Cook Airlines, criando um novo precedente na UE. Você pode ler mais sobre isso aqui (em alemão).

Agora, se você pagar qualquer tipo de taxa pela passagem aérea para seu bebê e seu voo foi atrasado ou cancelado, a lei diz que seu bebê tem direito a receber uma compensação da companhia aérea.

Você pode saber mais sobre os direitos dos passageiros aéreos aqui.

Seu filho tem direito ao mesmo valor de compensação que um adulto.

Mesmo que o bilhete de avião do seu filho seja apenas uma fração do custo de um adulto, ele ainda terá direito ao valor total da compensação. O valor da compensação que você recebe depende de você ser um passageiro confirmado e pagante no voo, da distância do seu voo e da duração do atraso – NÃO do valor que você pagou pela passagem.

A única exceção é se o seu filho voou de graça. Se você não tiver que pagar nenhum tipo de taxa ou passagem aérea, você não terá direito a indenização.

Você pode entender melhor como a compensação é calculada aqui.

Sua família tem direito a receber alimentos e bebidas.

Baby food with banana and beets
Imagem de  Maple Horizons da Pixabay

Quando você está preso no aeroporto esperando pelo seu vôo, a companhia aérea deve fornecer comida e bebidas – incluindo para seus filhos! Algumas companhias aéreas podem oferecer vales ou reembolsá-lo por qualquer alimento e itens essenciais adquiridos durante a interrupção.

As leis dizem quando você deve ter direito a este benefício – tudo depende da duração do seu vôo. Você pode ler mais aqui.

Sua família tem direito a hospedagem gratuita e transporte para o aeroporto.

Durante longos atrasos e/ou cancelamentos, quando a acomodação for necessária, a companhia aérea deve fornecer a você e sua família acomodação gratuita, bem como transporte gratuito de e para o aeroporto. Eles devem colocar você em um quarto de hotel ou em quartos que sejam grandes o suficiente para acomodar toda a sua família.

Conheça seus direitos!

Viajar de avião com crianças pequenas não é fácil – mas se você conhece seus direitos e se familiariza com eles, pode tornar a experiência de voar menos estressante. Lembre-se sempre de que seus filhos também são passageiros aéreos e têm todos os direitos que um passageiro adulto teria. E a AirHelp está sempre aqui para ajudar você a entender e fazer com que as leis sejam cumpridas!

Atrasos de voo acontecem, mas isso não significa que você tenha que aceitar sem reclamar. Você pode ter direito a um valor muito acima de US $ 700 em compensação se o seu voo atrasou, cancelou ou deu overbooking nos últimos 3 anos.

 

Imagens feitas por 91249144gary da Pixabay