Voltar a todos os artigosVoltar a todos os artigos

Os maiores erros ao reservar o seu bilhete

Ada Kozłowska

Não há nada como o prazer de viajar.  O que não é assim tão agradável  é o preço que temos de pagar para partir do ponto A e chegar ao ponto B. O preço que pagamos pelo bilhete de avião pode chegar a 50% do valor gasto em toda a viagem (ou mais!). Torna-se então razoável que todos queiramos perceber como responder à seguinte questão:

 

Como conseguir o menor preço possível?

 

A resposta a esta questão não é preto no branco como poderá parecer inicialmente. O dia em que voa, a hora, o aeroporto de partida e de chegada, a companhia aérea e quando reserva o bilhete (isto sem referir feriado e épocas altas), são todos factores que contribuem para o preço do bilhete.

 

O que devemos fazer então? O que a natureza humana dita perante tantas questões e informação é responder ao nosso instinto e escolher o que nos parece mais lógico. O problema é que o momento em que estamos a decidir e a responder ao nosso instinto poderá levar-nos a cometer o maior erro que um viajante com um orçamento limitado poderá fazer:

 

Reservar o bilhete com demasiada antecedência.

 

Surpreendido? Devia! A ideia de que comprar com antecedência pode aumentar os custos vai em contrário ao senso comum. Segundo o ditado, quem chega primeiro bebe água limpa. Não é o caso no que toca a bilhetes de avião.

 

O Erro de Comprar com Antecedência

Como é que reservar o bilhete mais cedo pode fazer com que custe mais? Qualquer pessoa que tenha comprado um bilhete ‘last-minute’ sabe o quão dispendioso também pode ser comprar o bilhete em cima da hora. Sem dúvida que comprar um bilhete demasiado tarde pode fazer com que se pague o dobro ou o quádruplo do preço do que quem reserva com antecedência.

 

Então, qual é a melhor altura para conseguir o melhor preço possível?  Este momento é quando as companhias estão o mais motivadas possível para vender bilhetes o mais rápido possível. Para garantir que não está a reservar demasiado cedo ou tarde, faça a sua compra na janela temporal entre os três meses e um mês de antecedência. Fora disso poderá acabar a pagar mais.

 

Se quiser uma resposta ainda mais específica, a CheapAir andou a analisar dados de voos de 2013 e descobriu que a melhor altura para reservar um voo é 54 dias antes do mesmo. A CheapAir explica o porquê de pagar mais fora da referida janela temporal. No seu website poderá ver toda a explicação e um gráfico a ajudar.

 

 

Gerir informações contraditórias

A parte boa da informação e dicas de viagens é que está sempre a ser recolhida, analisada e partilhada por jornais, revistas, blogs, etc. A parte má, é que existe demasiada informação e que por sua vez muda todos os dias.

 

No mesmo dia que a CheapAir divulgou  os benefícios de comprar bilhetes numa determinada janela temporal, também divulgaram uma emenda a explicar que os 54 dias deverão ser ignorados ao viajar em época alta ou para destinos populares.

 

Ao mesmo tempo, News.Mic também publicou informação em que comprar com antecedência poderá não ser a melhor solução.

 

Então, o que deverá fazer um viajante consciente quando toda a informação que vê se contradiz?

 

Em primeiro lugar, perceber que se vai viajar para um destino muito popular ou viajar em época alta, deverá considerar em realmente comprar com antecedência e não na janela temporal ‘óptima’.

 

Outros Erros na Reserva do Voo

 

Reservar com antecedência não é a única coisa que lhe poderá trazer mais custos. Ao não visitar vários sites, poderá também perder oportunidades de poupar algum dinheiro nas férias. Isto inclui também visitar o site da companhia aérea. Várias vezes apresentam descontos e promoções.

 

Outro factor que lhe poderá fazer poupar é reverter a sua rotina habitual, indo mais uma vez, contra o seu instinto natural.

 

Enquanto muitas pessoas planeiam a viagem e depois reservam os bilhetes de acordo com o plano, fazê-lo na ordem contrária poderá ser muito mais proveitoso.

 

Faz de facto sentido planear toda a viagem e depois ajustar as datas dos voos. No entanto, deverá manter alguma flexibilidade. Comece por analisar as diferentes datas de voos que mais fazem sentido em termos de preço/duração/conforto. Tendo várias opções diferentes, poderá ajustar e reservar aquele hotel que tem andado a namorar.

 

 

Imagem: Kitty Terwolbeck

 

Receba uma indemnização pelos voos atrasados, cancelados ou sobrelotados dos últimos três anos.

Verifique o seu voo

Saiba tudo em 3 minutos